I Workshop de capacitação em análise de risco de doenças em animais silvestres

Uma das estratégias para se abordar as questões de perda de diversidade e transmissão de doenças em animais silvestres é o processo conhecido como Análise de Risco de Doenças para Vida Selvagem ou DRA, esse processo tem sido adotado por diversas instuições internacionais para analisar e gerenciar os possíveis resultados de situações envolvendo doenças em animais selvagens.
  • I Workshop de capacitação em análise de risco de doenças em animais silvestres
  • 2017-11-27T00:00:00-02:00
  • 2017-11-30T23:59:59-02:00
  • Uma das estratégias para se abordar as questões de perda de diversidade e transmissão de doenças em animais silvestres é o processo conhecido como Análise de Risco de Doenças para Vida Selvagem ou DRA, esse processo tem sido adotado por diversas instuições internacionais para analisar e gerenciar os possíveis resultados de situações envolvendo doenças em animais selvagens.
  • Quando 27/11/2017 até 30/11/2017 (America/Sao_Paulo / UTC-200)
  • Onde São Paulo
  • Site Visite o site do evento
  • Adicionar evento ao calendário iCal

Uma das estratégias para se abordar as questões de perda de diversidade e transmissão de doenças em animais silvestres é o processo conhecido como Análise de Risco de Doenças para Vida Selvagem – Wildlife Disease Risk Assessment (DRA), que foi desenvolvido por especialistas de equipes multidisciplinares da União Internacional para Conservação da Natureza (Internation Union for Conservation of Nature – IUCN) em colaboração com a Organização Mundial de Saúde Animal (World Organization for Animal Health – OIE). Esse processo tem sido adotado por diversas instituições internacionais para analisar e gerenciar os possíveis resultados de situações envolvendo doenças em animais selvagens.

O workshop terá vagas limitadas (20 participantes), que serão selecionados através de carta de intenção e curriculum. O curso será ministrado em inglês, pré-requisito obrigatório para seleção.

A análise de risco de doenças para Vida Selvagem pode e deve ser aplicada a uma variedade de situações e disciplinas, incluindo a translocação animal ou reintrodução, mas também na expansão agrícola, planejamento de conservação e turismo, desenvolvimento de redes de design residencial, indústrias, planejamento de uso da terra, planejamento de santuários e recintos, avaliação dos riscos do comércio alimentício e inclusive avaliação de risco para funcionários de saúde.       

Este evento busca capacitar profissionais que possam aplicar a ferramenta e usar em planejamento estratégico para análise de risco de doenças em animais selvagens em suas respectivas instituições.

Presenças como do Dr. Richard M. Jakob-Hoff, responsável pelo Centro de Conservação e pesquisa da Nova Zelândia (NZCCM) - Auckland Zoo e Professor adjunto da Escola de Veterinária e Ciências da Vida – Universidade de Murdoch em Perth – Austrália.  Dr. Richard é autor do Manual de Procedimentos para Análise de Risco de doenças em animais selvagens (também na versão em espanhol), publicado em conjunto pela União Internacional para Conservação da Natureza (Internation Union for Conservation of Nature – IUCN) e Organização Mundial de Saúde Animal (World Organization for Animal Health – OIE).