Avanço da Leishmaniose para as metrópoles

Pesquisadora da PPG Epidemio Anaiá da Paixão Sevá em reportagem da Pesquisa FAPESP

A revista Pesquisa FAPESP na reportagem "Um parasita chega às metrópoles" descreve sobre casos dessa doença mais comum em países com condições sanitárias precárias, além do panorama da leishmaniose visceral no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde (MS) e pesquisadores  Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Faculdade de Saúde Pública da USP (FSP/USP), Faculdade de Medicina da USP (FM/USP), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Instituto Adolfo Lutz (IAL).

É possivel ouvir 13 minutos com uma entrevista em que o biólogo José Eduardo Tolezano, diretor do Centro de Parasitologia do IAL explicando sobre a leishmaniose visceral.

Anaiá da Paixão Sevá é citada ao abordar sobre formas de reavaliação no combate a doença e o artigo* em que colabora como autora principal é citado.

Confiram a reportagem clicando aqui.

*SEVÁ, A. D. et alRisk analysis and prediction of visceral leishmaniasis dispersion in São Paulo State, BrazilPLOS Neglected Tropical Diseases, v. 11, n. 2, e0005353, fev. 2017.

pesq-fapesp.jpg 

Cães de rua e domésticos são reservatórios de Leishmania. (Imagem: Léo Ramos Chaves)