Pesquisadores do LEB são premiados

Professor e pós-doutoranda são 1° Lugar no Prêmio "Antonio Carini" e um mestrado recebe Menção Honrosa no 11º Seminário de Vigilância e Controle da Raiva: Instituto Pasteur 115 anos

Nos dias 1 e 2 de outubro de 2018 ocorreu o 11º Seminário de Vigilância e Controle da Raiva, evento promovido pelo Instituto Pasteur, com o apoio do Ministério da Saúde através do Grupo de Trabalho em Raiva. O tema desse ano foi "Instituto Pasteur 115 anos" e cerca de 600 pessoas estiveram presentes em ambos os dias que teve participação internacional do Prof. Dr. Rodney Erwin Willoughby, do Medical College of Wisconsin e do Prof. Dr. Sergio Recuencos, do Centro de Investigações Tecnológicas, Médicas e do MeioAmbiente do Peru.

Por ocasião do aniversário de 115 anos do Instituto Pasteur foi criado o Prêmio "Antonio Carini", a ser concedido a trabalhos referentes aos resultados de pesquisas e ações de vigilância, assistência e controle da raiva no Estado de São Paulo. Lançado em homenagem ao cientista italiano Antonio Carini (diretor do Instituto Pasteur entre 1906 e 1914), que identificou o papel dos morcegos hematófagos na transmissão da raiva. Concorreram ao Prêmio “Antonio Carini” quarenta e um trabalhos de diversas áreas do conhecimento como: microbiologia, epidemiologia viral, saúde coletiva, vigilância, planejamento, educação e legislação em saúde.

Nossos pesquisadores do Laboratório de Epidemiologia e Bioestatística (LEB), o professor Oswaldo Santos Baquero e Mariana Ramos Queiroz foram contemplados com o 1º Lugar no Prêmio "Antonio Carini", pelo trabalho “Tamanho, Distribuição e Cobertura Vacinal Antirrábica da População de Cães Domiciliados no Brasil” e o recém mestre, Felipe Rocha, recebeu Menção  Honrosa pelo seu trabalho de mestrado “Construção e Análise de Rede de Morcegos Hematófagos Para a Transmissão da Raiva em Propriedades Rurais”. Além de nossos pesquisadores recebeu em segundo lugar a Hélia Maria Piedade com o trabalho “Amigos Para Sempre: Ação de Educação e Sensibilização Para a Guarda Responsável” e em terceiro foi “Surto de Raiva Humana: Ações de Prevenção em População Ribeirinha do Estado do Amazonas”, de Lilian Nobre de Moura; também receberam Menção Honrosa os trabalhos “Aplicação do Gráfico de Recorrência na Análise de Casos de Atendimento Antirrábico Humano(AARH)”, de Mônica Boch e "Avaliação Comparativa do Teste de Imuno-Histoquímica Rápido Indireto e a Imunoflorescência Direta Para a Detecção do Antígeno do Vírus da Raiva”, de Fernanda Guedes. 

  

Prêmio Antonio Carini: Prof. Celso Monteiro Jr, Mariana Ramos Queiroz (1º Lugar), Hélia Maria Piedade (2º Lugar), Lilian Nobre de Moura (3º Lugar), Profª Ausônia Favorido Donato e Srª Donatella Di Vigilio. FONTE: Hélia Maria Piedade

FMVZ/VPS: Profº Oswaldo Santos Baquero, 1º Lugar - Prêmio "Antonio Carini" e pós-doutoranda Mariana Ramos Queiroz. FONTE: Comunicação & Divulgação PPG Epidemio